RSS

Revoltado

16 Out

Estou revoltado,
Comigo,
Por não mais me revoltar.

E isso revolta-me.

Nos idos,
Um Orçamento de Estado,
Como o ontem apresentado,
Ter-me-ia feito levantar.
Hoje não, é esperado,
E o não ficar espantado
É que me coloca neste estado,
Revoltado por não me revoltar.

E isso revolta-me.
Mesmo.

Hoje,
Com isso devem eles também contar,
Com esta paz que resulta do resignar,
Da expectativa que não vingaram gorar.
E assim, lá seguem a mandar,
Num sentido que imaginam sem vislumbrar,
Enquanto o povo continua a penar.

E isso revolta-me.
Mesmo.
Foda-se!

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 16 de Outubro de 2013 em economia, governação, política

 

Etiquetas: , , ,

2 responses to “Revoltado

  1. Micael Sousa

    17 de Outubro de 2013 at 08:13

    Temos poeta revoltado

     
    • Bruno Leal

      17 de Outubro de 2013 at 09:54

      Ou algo parecido. 🙂

       

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: